Adolescência

Como ajudar seu filho a se adaptar na volta às aulas?

Pinterest LinkedIn Tumblr

Ajudar a preparar o material escolar e o uniforme podem ajudar a envolver as crianças para o retorno à rotina escolar

Esperado com entusiasmo pelas crianças, a volta às aulas pede bastante organização e a retomada da rotina após as férias. Seja para quem vai voltar para a mesma escola, para quem vai mudar de instituição ou para os pequenos que estão indo pela primeira vez, se trata de um importante momento de transição. Além de oferecer apoio e suporte, a família pode incluir a criança nos preparativos, e assim, envolvê-las de forma positiva na organização para o início do ano.

Rotina é importante

A coordenadora de Educação Infantil do Colégio Marista Santa Maria, Ana Paula Detzel, ressalta que manter a rotina, dentro do possível, ajuda as crianças a se acostumarem mais facilmente no ritmo de volta às aulas.

“Elas precisam desse hábito para se organizarem, quando falta uma rotina fixa acaba ficando sem os limites que ajudam na organização do dia a dia”, explica.

É claro que, quando se trata de férias, não é preciso ser inflexível com horários e programações, como o restante do ano exige. Porém, alguns costumes, como dormir cedo e fazer as refeições de forma organizada, contribui para ajudar o filho quando ele tiver que se readaptar para o início do ano letivo.

Voltar de viagens com antecipação

Essa orientação fica mais complicada de ser seguida durante viagens, afinal, as atividades do cotidiano mudam e não é possível seguir a mesma rotina que a estabelecida em casa. Por isso, a recomendação é retornar de viagem com um período de, no mínimo, uma semana antes do início das aulas. Assim, torna-se mais fácil reestabelecer o ritmo e estar mais preparada e tranquila para o início das aulas.

Neste momento, o ideal é envolver a criança em toda a preparação, que inclui a escolha e compra do material, lancheira e uniforme, por exemplo. É possível também pedir ajuda para etiquetar cadernos e preencher a primeira folha da agenda.

“Essas atitudes fazem com que a criança reforce o vínculo com a escola”, lembra Ana Paula.

Confira algumas dicas para um início de ano mais tranquilo:

Conversar sobre o novo ano

Para ajudar a minimizar a ansiedade para a volta às aulas, a família pode se reunir e propor uma conversa sobre o que cada integrante espera do novo ano. A iniciativa é interessante para que cada um possa compartilhar suas expectativas e planos para o ano, permitindo que a criança também expresse as suas opiniões e sentimentos.

Retomar a rotina gradualmente

Se for viajar, é importante voltar com tempo para se organizar com calma para o início do ano letivo. Isso porque a criança precisa retomar a rotina de dormir e acordar mais cedo, horários das refeições e banho, para ficar mais fácil de se habituar com o retorno às aulas em ritmo gradual.

Organizar o material escolar

Envolver os filhos na hora de comprar e organizar o material escolar faz com que eles se sintam mais participantes. Mesmo crianças pequenas podem ajudar a colocar os lápis no estojo ou a alcançar itens para os pais colocarem dentro da mochila. Organizar o uniforme e deixá-lo pronto para ser utilizado no primeiro dia de aula também é importante.

Visite a escola com o seu filho

Se é a primeira vez que a criança vai frequentar a escola, ou se ela vai mudar de instituição, uma boa dica é leva-la para conhecer o local. Assim, eles podem conhecer onde será a sua sala, os espaços externos que irão frequentar, e vão se familiarizando com o ambiente.

Estar atento ao emocional

Em qualquer momento, é essencial prestar atenção aos comportamentos das crianças. Quando se trata de situações novas, como dar início a um novo ano escolar, os pais devem estar ainda mais próximos, mantendo o diálogo aberto e a escuta atenta. Assim, é possível trabalhar as expectativas e sentimentos de modo mais real, ajudando o filho a ter uma boa experiência.

Deixe um comentário!