Adolescência

Dia dos Avós: encontro entre gerações traz muitos benefícios

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Vínculo entre avós e netos é um marcador de fortes laços familiares

Considerados “pais em dobro”, os avós acumulam experiências que são muito benéficas no relacionamento com os netos. O vínculo entre as gerações costuma ser um marcador de fortes laços familiares e favorece ambos os lados da equação. Tanto isso é verdade, que diversas pesquisas foram realizadas para descobrir como essa dinâmica se reflete no cotidiano.

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores do Boston College, laços emocionalmente estreitos entre avós e netos adultos são capazes de reduzir sintomas depressivos nos dois grupos. A pesquisa contou com a participação de 374 avós e 356 netos adultos, que foram acompanhados durante um período de 19 anos.

Ensinamentos e trocas

Além de fortalecerem os laços familiares, o contato e convivência com os avós traz muitos ensinamentos e trocas.

“Os avós têm a riqueza da experiência de vida, das tradições familiares e permitem a ligação entre as gerações. Para as crianças, há a construção do respeito e também troca, pois os pequenos também têm muito a ensinar”, ressalta a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Maringá, Cláudia Hara Hashimoto.

Netos ajudam os avós a utilizar os recursos tecnológicos, a compreender os novos vocabulários e o novo jeito de comprar, comunicar e se relacionar. Todo esse movimento contribui para a jovialidade dos que estão na terceira idade e dá às crianças, a oportunidade de imergir no vasto mundo de tradições e conhecimentos.

Ou seja, para os avós, o relacionamento com os netos fornece a conexão com uma geração mais jovem e a exposição a ideias diferentes, que de outra forma poderiam ser limitadas. Para os netos, os avós conseguem oferecer a sabedoria da vida que podem colocar em prática ao navegar na idade adulta.

Confira os benefícios das ligações entre avós e netos:

Reduz problemas emocionais e comportamentais

Um estudo com crianças e adolescentes ingleses de 11 a 16 anos descobriu que relacionamentos entre as gerações estavam associados a benefícios, incluindo redução de problemas emocionais e comportamentais. Essa convivência também ajudou a reduzir os impactos adversos de experiências como separação dos pais e intimidação.

Mantém os avós mentalmente afiados

Um estudo australiano mostrou que os avós que passavam algum tempo cuidando dos netos tiveram um desempenho melhor em testes cognitivos do que adultos que não tiveram netos.

Estimula o movimento

É preciso ter muita disposição para acompanhar as crianças. Por isso, estar junto com os netos incentiva os avós a se movimentarem mais, o que traz grandes benefícios à saúde.

Sensação de proteção

Para os netos, essa convivência intergeracional causa um sentimento de proteção que vai durar a vida toda. Ou seja, ter avós presentes é importante em cada fase da vida, e cumpre funções diferentes de acordo com a idade do neto.

Os comentários estão desativados.