Adolescência

Ajude seu filho a realizar grandes sonhos

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Educação empreendedora ensina sobre a importância de acreditar nos seus desejos e lidar com adversidades

Uma das qualidades mais bonitas das crianças é não limitar as suas ambições. Prova disso é quando dizem, no meio de uma brincadeira, que querem construir um foguete, ou então que um dia querem ter asas para poder voar. Nesses momentos, fica a dúvida: como ajudar seu filho a realizar grandes sonhos?

Com a abordagem certa, os pais podem se surpreender com o resultado. Um dos caminhos para incentivar os filhos a seguirem os seus sonhos é apostar na educação empreendedora, ensinando sobre a importância de acreditar no que se deseja, saber lidar com as adversidades e valorizar a troca de experiências.  

Quais os benefícios de incentivar os filhos nos seus grandes sonhos?

É imprescindível que os pais tenham momentos de diálogos frequentes com os filhos, que conversem sobre os mais diversos assuntos, contem sobre seus sonhos e também escutem os sonhos dos filhos.

“Esta é uma boa oportunidade para explicar sobre o valor do trabalho na realização dos sonhos, a importância do esforço para conquistar aquilo que almeja, apresentar exemplos de pessoas que usaram de seus talentos e se tornaram grandes empreendedores”, explica a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Pio XII, em Ponta Grossa (PR), Cibele Bastos Guaringue.

Como incentivar os filhos a não desistirem?

Os pais são os primeiros incentivadores na caminhada dos filhos rumo a conquista de seus sonhos, ainda que possam parecer desejos impossíveis de serem alcançados. Por um lado, é preciso incentivar as crianças a sonharem, mas por outro, é preciso lembrar que tudo exige esforço, responsabilidade e dedicação, e que as vezes as coisas podem acontecer de um jeito diferente daquele que planejamos.

Mesmo que pareça algo negativo, a frustração pode movimentar coisas boas, como a possibilidade de mudar o rumo das escolhas. Citar a pandemia, por exemplo, é um comparativo que pode ajudar as crianças a compreenderem sobre a noção de imprevisibilidade.

“Muitas pessoas tiveram que mudar. Por um aspecto, as dificuldades impactaram muita gente, por outro os pais estão tendo a oportunidade de estarem mais perto dos filhos. É um comparativo bem oportuno para que as crianças entendam que a vida é feita de conquistas e derrotas”, lembra Cibele.

Como os pais podem estabelecer uma educação empreendedora em casa?

  • Incentive os filhos a participarem de rotinas de casa: fazer a lista de mercado, explicando como conseguem ter dinheiro para pagar as compras e demais contas que envolvem a vida familiar.
  • Estipule alguns trabalhos domésticos: arrumar o quarto, secar a louça, ajudar a pendurar as roupas no varal, a guardá-las. Como forma de retribuição, podem receber uma mesada para os gastos pessoais, mas que precisarão de controle para que dure até o final de um período, seja ele uma semana, quinze dia ou um mês.
  • Convidar as crianças para planejarem juntos a viagem de férias: isso ajuda a educar os filhos de forma empreendedora. Neste caso, é possível estabelecer o destino e o valor para que consigam realizar aquilo que almejam.
  • Valorize cada conquista: a compra de uma roupa, de um móvel, a troca de um carro, sempre dialogando e explicando que a aquisição foi possível porque a família traçou metas e se planejou para alcançar o objetivo, priorizando e fazendo escolhas. Ter um emprego ou um empreendimento é importante, pois por meio do trabalho e do esforço pessoal é possível alcançar conquistas, mas planejamento é tão importante quanto.
  • Ouça a opinião dos filhos sobre como poupar dinheiro: assim eles podem refletir sobre gastos desnecessários ou juros e como economizar e investir melhor a renda. Dessa forma, a família estará contribuindo para o aprimoramento de algumas habilidades como a autonomia, a capacidade de criar soluções e de se adaptar a novas situações. 

Os comentários estão desativados.