Comportamento

Solidariedade: como praticar e ajudar o próximo

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Agir em prol do outro beneficia também quem é solidário, reduzindo o estresse e a ansiedade

No contexto atual de enfrentamento ao coronavírus, ações solidárias são ainda mais importantes para contribuir com uma sociedade em que todos colaboram com o bem comum. De fato, ser solidário faz toda a diferença para a qualidade do mundo que habitamos, mas como é possível sair da teoria e agir na prática?

Fazer doações e contribuir com o bem estar do próximo são algumas maneiras de ser solidário e ajudar a melhorar a vida em sociedade. Além de ajudar quem precisa, compartilhar algo com alguém também beneficia quem o pratica, prevenindo o estresse. Isso porque, agir em prol do outro libera substâncias em nossos corpos que previnem doenças emocionais. 

Como ajudar?

Uma iniciativa ainda pouco difundida é o Imposto Solidário, na qual os contribuintes têm a oportunidade de destinar até 3% do imposto para instituições e projetos sociais sem gastar um centavo a mais por isso. A data limite é 30 de abril.

Segundo dados da Receita Federal, menos de 3% das pessoas que optam pela declaração em modo completo realizam essa destinação no momento da declaração do IR. 

“Estamos em um período em que necessitamos ser ainda mais solidários. Contribuindo com a instituição, o contribuinte tem a oportunidade de acompanhar como esse valor é aplicado e quantas pessoas foram beneficiadas, é um ato solidário com resposta imediata”, explica o gerente de captação de recursos do Marista Escolas Sociais, Rodolfo Schneider. 

A quem doar?

A educação é uma das áreas mais impactadas pela pandemia, principalmente nas áreas mais vulneráveis. Um dos projetos disponíveis para receber os recursos via Imposto de Renda é o “Educação – O futuro é para todos”, que beneficia mais de 2,3 mil crianças, adolescentes e jovens de 0 a 17 anos. A iniciativa oferece educação gratuita em cinco escolas sociais localizadas em áreas de vulnerabilidade social na Zona Leste de São Paulo, Santos e Ribeirão Preto.

As doações podem promover a expansão de bibliotecas comunitárias, aquisição de mais de 5 mil livros, capacitação de educadores, criação de espaços makers, expansão de laboratórios, realização de workshops e oficinas em escolas públicas de São Paulo e projetos de educomunicação. 

Veja o passo a passo de como doar

Para destinar o imposto solidário, o contribuinte pode conferir o passo a passo do site impostosolidario.org.br, acompanhando todo processo e as instituições que podem ser beneficiadas com a doação.

Os comentários estão desativados.