Infância

Inverno: atividades para aproveitar a estação mais fria do ano

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Confira cinco brincadeiras para tornar esse momento ainda mais especial

O recesso de inverno chegou e junto com ele, a preocupação dos pais em relação ao que propor para as crianças brincarem dentro de casa devido ao tempo frio. Nesse momento, muitas famílias podem se perguntar: “E agora o que eu faço com meu filho?”. 

Como pais, sabemos que a família tem um papel muito importante na vida de uma criança, sendo a sua primeira base e influência no desenvolvimento. 

“As crianças elaboram sua formação e aprendem as funções sociais por meio das experimentações e brincadeiras”, ressalta a coordenadora da Educação Infantil do Colégio Marista Maringá, Eliana Cláudia Graciliano.

Pensando nisso, separamos 5 atividades e brincadeiras para tornar esse momento em família ainda mais rico e proveitoso para o desenvolvimento integral das crianças. 

1. Cabaninha

Ao pensar em aconchego e lar, nada mais convidativo para dias frios do que a brincadeira de cabaninha. 

“Esse recurso estimula a criatividade ao montar e desmontar sua estrutura de diversas formas e objetos, a imaginação e as representações sociais com festas do pijama, hora da história, soneca, brincadeiras livres ou direcionadas, teatro de sombras com lanternas e encenações. Além de criar inúmeras lembranças afetivas e significativas de momentos em família”, lembra a professora Djeyne Cecilia Gerônimo.

2. Massinha de modelar

Toda criança ama massinha de modelar e as diversas possibilidades criativas que ela permite. Com a massinha podemos criar o que a imaginação e nossas mãos permitirem, podendo ser bonecos, letras, animais, personagens, cenários, formas, entre outros. 

“Por ser um material maleável e mutável, a massinha pode ser explorada com recursos que temos em casa e desenvolver nas crianças potencialidades de criação e reprodução, estimulando a coordenação motora fina e a criatividade”, ressalta a professora Lorena Faccin Rosa. 

Além do que, confeccionar a massinha de modelar caseira, será o máximo! Para isso, misture 4 xícaras de farinha de trigo, 3 colheres (sopa) de óleo; 1 ½ xícara de água; 1 xícara de sal e um pouco de corante alimentício. 

3. Brincadeiras com elementos naturais

Quando pensamos em infância, logo vem em mente as brincadeiras no quintal, com terra, em árvores e espaços naturais. Sabemos que hoje nossos recursos são limitados, mas a exploração e brincadeiras com os Elementos Naturais podem ser adaptados e construídos com o que temos próximo de nossas casas. Terra, areia, gravetos, folhas e flores secas, podem tornar-se animais, alimentos, texturas, cenários, quantidades, grafias, obras de arte. Inovamos nossa criatividade quando desafiamos a tentar de um jeito diferente.

4. Reutilizar caixas de papelão

Pequenas, médias ou grandes, as caixas de papelão podem ser utilizadas para criar automóveis como carros, barcos e aviões, cidades, mercadinhos, escritórios, cozinhas, florestas, montanhas. Além de trazer vida para as brincadeiras, as caixas de papelão desenvolvem a noção espacial e representação das funções sociais.

5. Brincar na cozinha 

O interesse das crianças pelos utensílios domésticos é observado desde os primeiros anos de vida quando elas abrem os armários e tiram tudo de dentro e começam a empilhar, separar e imaginar novos usos para cada objeto. Nesse momento, podemos estimular e desenvolver as potencialidades da criança de forma intencional.  Ao selecionar alguns utensílios domésticos, podemos brincar de faz de conta.  A imitação das funções sociais, o desenvolvimento das noções matemáticas de grande, pequeno, dentro, fora, e a imaginação de novas formas de usos, como criação da estrutura corporal, produção de robôs e personagens. 

Extra: Floco de neve

Que tal fazer uma atividade científica super divertida? Baixe o ebook e aprenda a fazer um floco de neve em casa!

    Os comentários estão desativados.