Infância

23 livros para ler em família nas férias escolares

Pinterest LinkedIn Tumblr

Tempo livre nas férias escolares pode ser aproveitado para incentivar a leitura

As férias escolares servem para descansar, passear e curtir o tempo livre em família. Um ótimo passatempo para as crianças é a leitura, uma atividade que, além de divertida, é educativa. Para incentivar esse hábito com os filhos, uma sugestão é preparar um “cantinho da leitura”, escolhendo um espaço aconchegante e silencioso propício para convidar o leitor para esse momento.

A coordenadora de Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Santa Maria, Antoniella Cavassim, aconselha incluir visitas à bibliotecas e livrarias no período de férias.

“É importante deixar que as crianças folheiem livros e escolham os que gostam. Os pais podem mediar essa seleção, mas deixar que os filhos elejam os que mais se interessam”, sugere.

“Desta forma, a paixão pela leitura vai se fortalecer cada vez mais.”

Confira algumas sugestões de livros para as crianças de 4 a 12 anos:

Marcelo, Marmelo, Martelo E Outras Histórias
Indicação: 8-10 anos
Autor: Ruth Rocha
A autora inova a maneira tradicional de contar histórias, mostrando situações reais do cotidiano. Os personagens dos três contos que compõem este livro são crianças que vivem no espaço urbano. Elas resolvem seus impasses com muita esperteza e vivacidade; Marcelo cria palavras novas, Teresinha e Gabriela descobrem a identidade na diferença e Carlos Alberto compreende a importância da amizade.

A Borboleta Azul
Indicação: 6-10 anos
Autor: Nicolas Van Pallandt
Um dia, Martinho, o velho urso marrom, vê uma linda borboleta no seu jardim. Determinado a pegá-la, Martinho a persegue com sua rede de caçar borboletas. Voando cada vez mais alto, a borboleta leva Martinho ao topo de uma árvore, ao topo de uma nuvem, até a lua cheia.

Mamãe bruxa
Indicação: 10-12 anos
Autora: Serena Valentino
A história da legendária flor dourada é muito popular, tendo sido contada de diversas maneiras e ao longo de gerações. No entanto, todas as versões concordam em um aspecto: a flor é sempre o objeto de desejo de uma velha bruxa, cuja ambição é se manter bela e jovem. A flor, por sua vez, sempre é usada para salvar uma rainha à beira da morte, que dá à luz uma princesa com cabelos mágicos: Rapunzel. Por isso, a fim de evitar a perda de sua fonte da juventude, a feiticeira sequestra a princesa, tranca-a em uma torre distante e passa a criá-la como sua filha. Anos depois, Rapunzel descobre sua verdadeira identidade e dá um jeito de derrotar a velha bruxa. O que houve com a velha bruxa, conhecida como Mamãe Gothel?

A mais bela de todas
Indicação: 10-12 anos
Autora: Serena Valentino
Ela é a primeira vilã da Disney. Apesar da beleza exuberante, é invejosa e extremamente má. Capaz até de pedir a um caçador o coração da doce e ingênua princesa do reino, ela chega a envenenar uma maçã para conseguir se livrar de sua rival. Mas toda história tem dois lados, não é verdade? Será que você conhece realmente a origem da Rainha Má? Este livro vai te contar uma história desconhecida até então. Ela é sobre amor e perda, com uma pitada de magia. Descubra aqui o que se esconde por trás do olhar enigmático da mais bela de todas…

A fera em mim
Indicação: 10-12 anos
Autora: Serena Valentino
Um príncipe amaldiçoado se isola em seu castelo. Poucos o viram, mas aqueles que conseguiram tal proeza afirmam que seus pelos são exagerados e suas garras são afiadas – como as de uma fera! No entanto, o que levou esse príncipe, que já foi encantador e amado por seu povo, a se tornar um monstro tão retraído e amargo? Será que ele conseguirá encontrar o amor verdadeiro e pôr um fim à maldição que lhe foi lançada? Em A fera em mim, conheça a história por trás de um dos mais cativantes e populares contos Disney de todos os tempos: A Bela e a Fera!

Úrsula – A história da bruxa da Pequena Sereia
Indicação: 10-12 anos
Autora: Serena Valentino
Descubra neste livro todos os segredos do passado de Úrsula. Desvende qual era o seu papel no reino de Tritão, o motivo de sua expulsão das dependências reais e, principalmente, como ela se transformou na temida Bruxa do Mar, que enfeitiçou a encantadora princesa Ariel. Toda história tem dois pontos de vista, não é mesmo? De que lado você está?

Diário de um banana: Quebra tudo – Vol. 14
Indicação: 8-10 anos
Autor: Jeff Kinney
Greg e sua família acabam de receber uma herança inesperada e vão usar o dinheiro para reformar a casa. Mas obras são sempre uma caixinha de surpresas. E os Heffley vão aprender isso da pior maneira possível. Todo tipo de problema começa a surgir: madeira podre, mofo tóxico, bichos indesejados e coisas ainda mais sinistras. Quando a poeira baixar, será que conseguirão morar em terra arrasada ou terão que se mandar para outra cidade?

Pandolfo Bereba
Indicação: 7-10 anos
Autora: Eva Furnari
Em “Pandolfo Bereba”, Eva Furnari conta a história de um príncipe bem diferente das figuras nobres e cavalheirescas dos contos de fada – para ele, não há súdito ou princesa que seja digno de sua própria perfeição. A obra pretende provocar. Questiona – Somos perfeitos? Temos um rei na barriga? Invejamos nossos próprios amigos? O que se passa em nossos corações?

Tartufo
Indicação: 8-10 anos
Autora: Eva Furnari
De vez em quando, todo mundo tem uma nuvem negra sobre a cabeça, isso é normal. A nuvem negra do Príncipe Ferdinando, porém, era demais, era muito atacada, muito estressada. E quem cuidava dela era o pobre Bobo da Corte, Tartufo. Ele cuidava muito bem da nuvem, mas só fez isso até o dia em que ele próprio teve uma crise horrorosa, a crise caracol.

O Homem Que Amava Caixas
Indicação: 4-8 anos
Autor: Stephen Michael King
Este livro fala de maneira simples e bonita sobre o relacionamento entre pai e filho. Com ilustrações alegres e muita sensibilidade, O Homem que Amava Caixas conta a história de um homem que era apaixonado por caixas e por seu filho. O único problema é que, como muitos pais, ele não sabia como dizer ao filho que o amava.

Os Três Lobinhos e o Porco Mau
Indicação: 6-9 anos
Autor: Eugene
Este livro inverte os conhecidos papéis do lobo mau e dos porquinhos: quem era caçador vira caça e vice-versa, mantendo o maniqueísmo de algumas histórias infantis, que simplesmente separam os personagens entre bons e maus, bobos e espertos. Levando em consideração o pequeno leitor moderno, que de bobo não tem nada, Os Três Lobinhos e o Porco Mau é uma sátira que surpreende utilizando elementos atuais, para reinventar uma história que continua emocionante.

Lolo Barnabé
Indicação: 8-10 anos
Autor: Eva Furnari
Na família de ‘Lolo Barnabé’ todos eram muito criativos e inteligentes. Para qualquer problema encontravam uma solução, inventando alguma coisa diferente. Porém, um dia não havia mais o que inventar. Foi então que descobriram o valor das coisas mais simples que possuíam. A criatividade e as diversas maneiras de se enxergar o mundo são os temas tratados nesta história.

Nunca, Jamais, Em Tempo Algum
Indicação: 8-10 anos
Autor: Stephen Michael King
Na ventosa terra dos pequenos rodopiantes, Grande nasceu. Grande era robusto, forte e tranquilo, até o dia em que uma brisa forte como nunca, começou a soprar. O autor conta uma história com movimento, ritmo e cores. Seus contos falam sobre voar, ser diferente, sobre ter sonhos ou se sentir perdido de vez em quando. E que cada ser humano tem algo a oferecer.

Chiclete – O incrível garoto que encolhe
Indicação: 10-12 anos
Autor: Megan McDonald
Neste livro, todos os dias de manhã, Judy mede a altura do irmão. É sempre a mesma – 1 metro e 10 centímetros. Até a salamandra de estimação da classe está crescendo mais depressa que o Chiclete. Um belo dia, a fita métrica marca apenas 1 metro e 9 centímetros. Mas será possível? Será que Chiclete está encolhendo?

Coração Da Múmia
Indicação: 10-12 anos
Autor: Tommy Donbavand
A Rua do Berro tem permanecido em uma noite constante desde que qualquer um pode se lembrar, mas a coisa fica preta de verdade quando milhões de aranhas escapam do número 5, cobrindo tudo com suas teias sufocantes. Luke, Ressus e Cleo se enrolam em seu trabalho tentando combater as arrepiantes criaturas de seis patas enquanto buscam pela terceira relíquia – o coração de uma múmia antiga – e Sir Otto está determinado a desencorajá-los a cada passo do caminho.

Judy Moody – Judy de Bom Humor, Judy de Mau Humor, sempre Judy
Indicação: 10-12 anos
Autor: Megan McDonald
Estando de bons ou maus modos, sempre inventando moda, essa menina movimenta a vida da família, da vizinhança, da 3ª série onde estuda… e conquista o coração de todos. Você vai adorar esta coleção e a galeria de personagens que povoam o mundo de Judy! Neste volume, o mau humor característico do final das férias tomou conta de Judy. Mas a colagem ‘Quem sou eu’, que o professor Nelson pediu, que parecia uma atividade sem graça, vai agitar o pedaço, do jeito que Judy gosta.

O Menino Do Dedo Verde
Indicação: 10-12 anos
Autor: Maurice Druon
Nesta história de Maurice Druon, recheada de humor e poesia, Tistu é o menino do dedo verde, personagem de um dos maiores clássicos da literatura mundial infantojuvenis.

O Catador de Pensamentos
Indicação: 8-12 anos
Autor: Monika Feth
Ele conta a história de um velhinho chamado Sr. Rabuja que todas as manhãs percorre as ruas recolhendo todo o tipo de pensamentos. Pensamentos bonitos, feios, barulhentos, silenciosos, inteligentes, bobos, compridos, curtos. O Sr. Rabuja planta os pensamentos, que se transformam em flores e depois saem voando, colorindo o céu. Ele faz isso para que os pensamentos se renovem e, assim, nunca deixem de existir.

O Limpador de Placas
Indicação: 8-12 anos
Autor: Monika Feth
O limpador de placas de rua era um homem feliz. Gostava do que fazia, gostava de suas ruas e gostava de suas placas. E quando alguém perguntava o que gostaria de mudar em sua vida, respondia sem vacilar: Nada, absolutamente nada! Decerto tudo teria continuado assim se um belo dia uma mãe e seu filho não tivessem parado ao pé da escada azul… Com poucas palavras bem colocadas, a autora nos ensina como a leitura e a boa música podem preencher e transformar a vida de qualquer pessoa.

O pequeno grande livro da tristeza feliz
Indicação: 6-12 anos
Autor: Colin Thompson
Numa sexta-feira, ao voltar da escola, Jorge visita o canil. Na última cela está Jeremias, um cachorro tristonho que parece se sentir tão perdido e sozinho quanto Jorge. Quando Jeremias vai morar com Jorge e sua avó, a vida deles muda, e todos aprendem que, quando se trata de amor, o que importa é qualidade, não quantidade…

Quando as Cores Foram Proibidas
Indicação: 7-13 anos
Autor: Monika
Neste livro, é abordado um tema de especial importância para ser trabalhado com a criança: a noção da responsabilidade que nos cabe e que caberá futuramente a ela na escolha de bons governantes.

O Pote Vazio
Indicação: 9-12 anos
Autor: Demi
Há muito tempo, na China, vivia um menino chamado Ping, que adorava flores. Tudo o que ele plantava florescia. O Imperador também adorava flores. Quando chegou o momento de escolher um herdeiro, ele deu uma semente de flor para cada criança do reino, dizendo – ‘Quem provar que fez o melhor possível dentro de um ano, será meu sucessor!’. Ping plantou sua semente e cuidou dela dia após dia. Mas os meses se passaram e a semente não brotou. Quando chegou a primavera, Ping apresentou-se ao Imperador levando apenas um pote vazio. A arte primorosa e a bela simplicidade do texto de Demi mostram como o fracasso constrangedor de Ping se transformou em triunfo, nesta fábula sobre a honestidade recompensada.

Chapeuzinho Vermelho – Uma aventura borbulhante
Indicação: 8-10 anos
Autor: Lynn Robers
A caminho da casa da vovozinha, o menino Chapeuzinho Vermelho, que de fato se chama Tomas, pára no caminho para colher maçãs na floresta. Na assustadora floresta, o Lobo Mau rouba seu casaquinho e (não se sabe como, pois o lobo é enorme) consegue enganar a distinta vovó, que mora numa casa muito chique. Após comer a vovó e tentar comer Chapeuzinho, o lobo, tratado aqui de forma politicamente correta, é convencido a tomar um famoso refrigerante muito, muito borbulhante, o que acaba por salvar a avó e Chapeuzinho, além de tornar o lobo dependente da bebida. A autora ambientou a história no século XVIII, uma época em que se usavam grandes perucas e vestidos acetinados. O mobiliário e o vestuário são europeus e norte americanos, pois a família de Chapeuzinho Vermelho teria sido de pioneiros ingleses no Novo Mundo, e a Vovó é rica e requintada.

Deixe um comentário!