Leitura - 2min

Alimentos podem contribuir para um melhor rendimento no vestibular

Nutrir o corpo auxilia no funcionamento cerebral e melhora a vitalidade e a disposição para os estudos

Na correria da época do vestibular, com muito conteúdo para estudar e a ansiedade pelo sucesso nas provas, é comum a falta de preocupação com a alimentação. Porém, se alimentar de uma forma saudável pode ajudar os estudantes a terem sucesso nessa empreitada. Nutrir o corpo corretamente resulta em mais vitalidade e no funcionamento mais eficiente da mente, por isso é essencial consumir alimentos ricos em nutrientes e vitaminas que ativem a memória e a concentração, e que proporcionem um sono mais tranquilo.

É importante lembrar que a alimentação equilibrada, privilegiando alimentos in natura e evitando processados, é mais recomendada em qualquer período da vida. Porém, existem algumas orientações para esse momento que exige um funcionamento cerebral ainda melhor e disposição redobrada para os estudos. “Para esse período são necessários ácidos graxos ômega 3 existentes nos peixes, como o salmão e a sardinha, o magnésio dos vegetais verdes escuros e as vitaminas do complexo B dos cereais integrais”, esclarece Ivone Morimoto, nutricionista e professora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

Com a rotina alimentar mais saudável e o funcionamento adequado do intestino, são produzidas boas quantidades de serotonina, necessária para a sensação de bem-estar. “Por isso, água e fibras alimentares provenientes da aveia, dos vegetais folhosos, das frutas com casca, além da água em goles, consumida durante o dia inteiro, são essenciais”, recomenda Ivone. Comer pouco e mais vezes, ou seja, fazer seis refeições ao dia em intervalos regulares, também pode contribuir para aumentar a disposição.

Para dar conta do conteúdo, muitos estudantes acabam por recorrer a bebidas estimulantes, como café, chá-verde e chá-preto. Porém, a nutricionista aconselha dosar bem as quantidades. “Consumir essas bebidas em excesso pode interferir no sono e nos batimentos cardíacos, atuando de maneira prejudicial”, alerta. Outro ponto importante ressaltado pela nutricionista é dosar a ingestão de álcool e frituras e evitar consumir alimentos em locais onde a higiene é questionável. “Isso pode provocar sintomas como cólicas intestinais, diarreia, refluxo gastroesofágico e vômitos que podem atrapalhar o bom desempenho”, aconselha Ivone.

Dicas de lanche para o dia da prova

 

Noticias Relacionadas:

Outras noticias relacionadas à: Marista Lab

Deixe aqui suas sugestões, elogios ou críticas