Infância

Como escolher a escola para o filho?

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Avaliar se a proposta pedagógica se alinha com os valores da família é um dos passos mais importantes

Nesta época do ano, muitos pais partem em uma verdadeira peregrinação em busca da primeira ou de uma nova escola para o filho. Além das questões práticas, como a localização, estrutura ou o preço, existem fatores que não são palpáveis e costumam gerar insegurança e ansiedade. Afinal, se trata de um espaço onde a criança vai passar boa parte do dia, e os pais precisam sentir total confiança.

Na hora de fazer a seleção das que mais agradam, é preciso levar em consideração alguns pontos importantes que vão ajudar a tornar a escolha mais fácil e assertiva. “Deve-se levar em conta a personalidade de cada criança, os valores que a família visa repassar ao filho, o espaço educacional propício ao processo de aprendizagem e a qualidade da relação existente entre escola, família e aprendiz”, explica a psicopedagoga Eugênia Chaves de Souza.

Entre os aspectos a serem considerados em relação à escolha de uma instituição escolar, Eugênia destaca três primordiais. O primeiro é relacionado à escuta: como instituição de socialização e de conhecimento a escola precisa ter um olhar diferenciado para o aprendiz. Os pais também devem conhecer os valores (características) da escola visando a uma identificação. O último aspecto diz respeito ao espaço educativo, que deve ser favorável ao desenvolvimento da aprendizagem e à promoção da autonomia.

Tão importante quanto analisar a escola quanto ao espaço físico, de pessoal e a proposta pedagógica, é pensar se a personalidade da criança se adequa às propostas. “A criança em sua singularidade tem sua forma de interagir com o mundo. O olhar minucioso da família pode sinalizar que tipo de aprendizado pode ser mais adequado”, destaca Eugênia. Nesse sentido, família e escola têm papéis educativos distintos, e devem atuar juntas. “Portanto, não é só escolher a escola, é desenvolver uma parceria onde as relações sejam sinceras, claras e constantes”, avalia.

pontos a levar em consideração  para a escolha da escola

Os comentários estão desativados.