Marista Lab

Educação humanizada: por que ela é tão importante para as crianças e adolescentes?

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Cada vez mais cedo, as crianças e os jovens aprendem novas formas de expressar sua individualidade. Isso acontece porque, diferente das gerações passadas, elas têm o alcance da informação ao alcance das suas mãos.

Sendo pessoas mais decididas, os estudantes passam a se sentir inquietos em situações em que são colocados como meros espectadores, tendo vontade de participar de diversas etapas do seu aprendizado — é aí que entra a educação humanizada!

Com objetivo de reconhecer cada aluno como um indivíduo diferente do outro, essa metodologia permite que a escola e o estudante criem vínculos reais, uma vez que serão respeitadas as suas características únicas, como sonhos, desejos, medos e ambições.

Quer saber mais sobre a educação humanizada? Então, continue a leitura, você está prestes a descobrir quais são os principais benefícios dessa metodologia.

Identificação com o ambiente

Utilizando a metodologia de educação humanizada, o aluno se sente pertencente ao ambiente, sendo assim, é mais fácil criar vínculos com seus colegas, professores e corpo docente.

Esse pertencimento também faz com que exista a sensação de acolhimento, ou seja, o estudante tende a se sentir mais a vontade de se abrir, compartilhando suas experiências, tirando dúvidas, aumentando seu autoconhecimento e, a partir disso, descobrirá quais são seus sonhos e ambições, tendo na escola um ambiente que vai ajudar a alcançar seus objetivos.

O formato de ensino que respeita a individualidade de cada estudante permite que, desde cedo, as crianças entendam a importância de abraçar as diferenças sem julgamentos, criando assim uma sociedade mais igualitária.

Mais motivação

Com o foco em estímulo em vez de competição, a tendência é que o aluno se sinta muito mais valorizado do que forçado, como é muito comum ouvir falar que acontece. Sem o desgaste emocional, o estudante se sente livre para criar, focar no seu desenvolvimento, tornando-se uma pessoa mais curiosa e com fome de aprendizado.

Ter a liberdade para aprender além das matérias obrigatórias também é um fator que faz toda diferença no desenvolvimento de seres humanos. A partir do momento que a criança e o jovem passam a ter escolhas, se torna natural que ela busque novos hobbies e fontes de aprendizado, com isso, eles terão a oportunidade de desenvolver diversos talentos.

Desenvolvimento da inteligência emocional

Cobrada até mesmo no ambiente de trabalho, a inteligência emocional é uma habilidade socioemocional que deve ser estimulada desde criança.

Por meio dessa skill, o estudante aprenderá a se relacionar bem com diversos perfis de pessoas, além de conseguir gerenciar seus próprios sentimentos, sabendo mediar diversas situações e se tornando, assim, uma pessoa muito agradável de conviver.

Diminuição de conflitos

Por meio da educação humanizada, os alunos aprenderão desde pequenos a respeitar seus colegas e suas características únicas. Escolas que aplicam essa metodologia tendem a ter um número de casos de conflitos entre colegas muito menores, isso, porque, os estímulos positivos recebidos pelos alunos fazem com que problemas com que bullying e violência não façam parte da rotina desses estudantes, que estarão mais propensos a fazer o bem e defender os colegas em caso de injustiças.

Quando a criança se sente ouvida, ela vai reportar algum problema que pode acontecer, sendo assim, essa dor poderá ser tratada com muito mais facilidade, fazendo com que esses conflitos sejam resolvidos de forma rápida e da melhor maneira possível, garantindo bem-estar para todos.

Sendo assim, a conversa franca e um espaço confortável e seguro podem fazer toda a diferença no modo como a criança lida com eventos assim. Poder se expressar livremente, sem o medo de julgamento, é o primeiro passo em direção à cura.

Desenvolvimento da empatia

Mais que apenas se colocar no lugar do outro, empatia é sentir o que aquela pessoa está passando e fazer o que estiver ao alcance para que ela saia daquela situação.

Por se sentirem ouvidos e acolhidos, os estudantes tendem a espelhar essa prática, buscando sempre melhorar a vida das pessoas que estão ao seu redor, assegurando a máxima de que “gentileza gera gentileza”.

Escolas que aplicam a metodologia de educação humanizada tendem a ter alunos mais empáticos, sem preconceitos, com senso de união e trabalho em equipe. Isso faz com que o ambiente seja sempre mais propício para que bons relacionamentos sejam criados desde a primeira infância, uma vez que fazer o bem e respeitar o próximo são estimulados acima de tudo nesses colégios.

Professores que ensinam pelo exemplo

Apesar de muitos professores já terem um extenso e excelente currículo, a vida é um longo e infinito aprendizado. Por isso, docentes que trabalham com a metodologia de educação humanizada tendem a serem mais tolerantes, aceitar feedbacks e criar aulas inovadoras, que vão fisgar a atenção daqueles alunos, fazendo com que eles verdadeiramente aprendam às matérias e não, apenas, decorem o que foi passado na sala de aula.

Interdisciplinaridade

A ideia da interdisciplinaridade é que o conhecimento não pode ser limitado a uma disciplina apenas, sendo assim, a escola oferece para o aluno a oportunidade de mesclar seus conhecimentos em atividades que vão englobar diversos temas diferentes, o que faz com que o senso analítico e de resolução de problemas seja estimulado.

Atividades interdisciplinares tendem a ser mais lúdicas, fazendo com que o aluno estude sem perceber que está estudando. Essa forma de aprender brincando faz com que o conhecimento seja absorvido de forma prazerosa, sem a necessidade de grandes cobranças, pois o aluno sentirá vontade de executar suas demandas.

A educação humanizada permite que a criança seja quem ela é, promovendo um espaço para que ela expresse seus sentimentos e confie na escola como uma facilitadora para a realização dos seus sonhos e objetivos.

Essa metodologia faz parte do padrão de ensino dos Colégios Maristas, em que o foco no companheirismo e confiança, para que as crianças e jovens adquiram pensamento crítico e autonomia vivenciando o aprendizado dentro e fora da sala de aula.

Quer saber mais sobre nossa metodologia de ensino? Acesse o nosso site e agende uma visita.