Marista Lab

Lição de casa também é assunto para os pais

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Organizar o tempo e ter um espaço de estudo adequado pode ajudar a desenvolver a autonomia dos filhos

Com as medidas de prevenção e isolamento, muitas famílias estão trabalhando e estudando em casa. O home-office se une às aulas domiciliares e o período de estudo e trabalho formam a nova rotina em épocas de quarentena. Dúvidas sobre o conteúdo estudado podem surgir e os pais se veem em uma situação delicada, pois nem sempre lembram ou dominam o assunto.

De acordo com a coordenadora pedagógica do Colégio Marista Pio XII, Cibele Guaringue, o ideal é que os pais deem bons exemplos e trabalhem no desenvolvimento da autonomia da criança.

“Resolver questões e oferecer respostas prontas não é o caminho. Estimular questionamentos e ajudar na pesquisa pode ser uma maneira de aguçar a curiosidade e a autonomia dos estudantes”, explica.

Além das aulas online, algumas escolas oferecem também plantão de dúvidas com professores, e até canais diretos para conversar com os docentes.

“Apesar do isolamento, estamos usando a tecnologia para estar próximos dos alunos e das famílias. Nosso objetivo é continuar o desenvolvimento e a aprendizagem, mesmo pela internet”, afirma Cibele.

De qualquer forma, é unânime o entendimento de que é essencial que os pais se dediquem a ajudar. Organizar o tempo e providenciar um local adequado para os estudos pode ser um bom começo.

Confira algumas dicas selecionadas pela pedagoga Cibele para ajudar seu filho na lição de casa:

Ambiente propício

Fazer lição de casa é uma responsabilidade da criança e os pais podem contribuir para que esse momento aconteça de maneira tranquila e rotineira. Ter um lugar específico para isso pode ajudar, longe de distrações como TV ou eletrônicos. Compartilhar o momento, fazendo tarefas parecidas, como leitura ou até algo do trabalho também mostra às crianças que cada um tem sua responsabilidade. A dica é partilhar desse momento, estando à disposição, mas não cobrando ou fazendo a tarefa pela criança.

Dê autonomia

Quando a criança tem alguma dúvida, é importante ouvir o questionamento e entender qual é o ponto que está gerando incertezas. Isso é relevante, pois nesse momento os pais podem assumir o papel de “sabe tudo” e bloquear uma troca interessante com o filho.

Qual a maneira certa?

Existe mais de uma forma de se chegar a um resultado correto e isso é ótimo. Por isso, é importante entender a metodologia utilizada e também a maneira de pensar do aluno, que usa uma lógica própria para resolver questões. Estimular esse pensamento crítico e autonomia desde cedo é importante para o desenvolvimento e criatividade.

Qual a maneira certa?

Existe mais de uma forma de se chegar a um resultado correto e isso é ótimo. Por isso, é importante entender a metodologia utilizada e também a maneira de pensar do aluno, que usa uma lógica própria para resolver questões. Estimular esse pensamento crítico e autonomia desde cedo é importante para o desenvolvimento e criatividade.

Corrigir ou não?

Acompanhar a lição de casa da criança pode ser um momento desafiador para os pais. No caso de respostas incorretas, por exemplo, a orientação é corrigir de forma sutil, tentando ajudar o filho no processo de resolução da questão. Mas se os erros forem muitos, ou se o conteúdo estiver fora do domínio da criança, vale uma conversa com o professor para que o assunto seja resolvido.

Use os canais online

Converse com professores e coordenadores pelos canais online disponibilizados pelo colégio. É uma boa oportunidade para os pais esclarecem suas dúvidas, contribuindo de maneira assertiva na condução dos deveres de casa.

Entenda a metodologia

É importante conhecer e entender a metodologia usada pela escola para orientar com mais assertivamente a criança quando surgir alguma dúvida. Conversar com os coordenadores e professores pode ajudar pais que estejam em dúvida ou queiram se aprofundar no estilo do ensino praticado na escola.

Faça pausas

Dar uma pausa entre uma tarefa e outra, de 15 a 30 minutos, para que a criança descanse e faça uma atividade lúdica e divertida, é também uma excelente estratégia para que ela retome os estudos na sequência com mais interesse e disposição.

Além dos estudos, estimular a participação da criança em atividades domésticas e propor atividades prazerosas e diversificadas vai ajudar a tornar os dias em casa mais interativos e divertidos. Isso contribui de forma significativa para o desenvolvimento da autonomia, que reflete diretamente também nos momentos de aprendizagem.

Os comentários estão desativados.