Leitura - 3min

Os benefícios de aproveitar o tempo livre nas férias

Momentos de ócio são importantes para que as crianças tenham espaço para desenvolver a criatividade

Com as férias se aproximando, é comum que os pais procurem atividades para preencher o tempo dos filhos para evitar que fiquem “sem fazer nada”. Entretanto, esse pensamento não condiz com o que afirmam os especialistas: o ócio é importante para desenvolver a criatividade. Quando pensamos no bem-estar, chegamos à conclusão que momentos de descanso contribuem para uma boa saúde mental. Afinal, uma criança atarefada demais fica cansada em excesso, não tendo espaço para fazer escolhas e viver novos jeitos de brincar.

Em muitos casos, a agenda dos filhos está tão lotada de atividades quanto a dois pais, e não sobra espaço para brincar, dormir suficientemente ou criar. “Há pais preocupados com o tempo ocioso de seus filhos, e já pensam na ‘ginástica’ que deverão fazer para ocupar esse tempo livre”, constata a coordenadora educacional da Rede Marista de Colégios, Danielle Barriquello.

Danielle reconhece que nem sempre os pais conseguem estar presentes nas férias escolares, pois podem não coincidir com o período de recesso do trabalho. Mesmo assim, ela ressalta a importância do esforço para desfrutar momentos juntos e, principalmente, ensinar as crianças a aproveitar esse período sem preocupações e tantas conversas que antecipam e planejam o que terá que fazer quando não estiver em férias.

“Muitas vezes olhamos para nossos filhos e sugerimos que aproveitem o mês de férias para colocar tudo em dia, como fazemos na nossa rotina, não vivendo o momento que nos é presenteado”, diz a coordenadora. Ela ressalta a importância de orientar os filhos a desfrutar deste tempo de criação.

Com a mente livre, a imaginação é ativada, gerando pensamentos reflexivos – desenvolvendo o chamado ócio criativo. O termo, criado pelo sociólogo Domenico de Masi, alerta para o fato de que hoje as máquinas podem realizar grande parte dos trabalhos que, até pouco tempo, necessitavam da força física. Assim sendo, restaram ao homem as atividades criativas. Danielle lembra que precisamos de pessoas que dêem férias para tudo que funciona com o piloto automático, dando espaço para as manifestações criativas.

Ela ressalta que, tão necessário quanto o estudo e o conhecimento formal, o mundo necessita de pessoas com habilidades de investigação de surpreender-se com o novo, que busquem a construção de novos significados sobre a vida, onde o investimento de tempo esteja a serviço de um pensamento crítico, criativo e cuidadoso. “Crítico no conhecimento, criativo na atuação e cuidadoso com a humanidade”, observa.

Noticias Relacionadas:

Outras noticias relacionadas à: Adolescência

Deixe aqui suas sugestões, elogios ou críticas