Vestibular e Enem

Autoconhecimento: a chave para reduzir o estresse

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Veja como o autoconhecimento ajuda a reduzir o estresse do vestibular

Práticas de autoconhecimento e autocuidado podem ajudar, e muito, durante os estudos para o vestibular e Enem. Atividades como escrever um diário, nomear sentimentos e dar e receber feedbacks ajudam a identificar pontos de melhoria e encontrar o equilíbrio nessa fase de estresse.

Como o próprio termo indica, as habilidades de autoconsciência se referem à capacidade de reconhecer suas emoções, comportamentos, crenças, motivações e outras características, como pontos fortes e fracos.

Portanto, desenvolver a autoconsciência permite o reconhecimento de sua própria personalidade, estimula o pensamento criativo, a consciência e o equilíbrio emocional dos estudantes que estão no período de estudos que antecedem o vestibular e o Enem, uma época de muitas transformações.

Por que a autoconsciência é importante?

Conhecer a si mesmo contribui na escolha da carreira de forma mais assertiva, orientando os seus esforços e valorizando os pontos fortes da sua personalidade. Por outro lado, reconhecer fraquezas também é importante para saber identificar os seus limites e conseguir equilibrar os tempos de estudo e descanso de uma forma mais orgânica.

Outro benefício da autoconsciência é a melhora da inteligência emocional. O processo de autoanalise auxilia a estar ciente dos próprios valores, facilitando na compreensão de algum problema assim como nas medidas a serem tomados para solucioná-lo.

De que forma desenvolver a autoconsciência?

Práticas de meditação, observando as suas emoções e pensamentos, aliadas a exercícios de olhar para o ambiente ao redor e como ele influencia os seus sentimentos, podem ser bons aliados para se sentir mais seguro e fortalecer as escolhas neste momento.

Que tal escrever sobre as suas percepções e sensações? Essa proposta permite aos alunos refletir, reconhecer, estabelecer relações e organizar os pensamentos.

“Para além de constatar, está a possibilidade de se perceber integrado a essas relações, desenvolver a resiliência, o sentimento de pertencimento e a solidariedade”, explica a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais, do Colégio Marista Arquidiocesano, Alana Perico.

Como melhorar as habilidades de autoconhecimento

Sabendo da importância das habilidades de autoconsciência para uma carreira de sucesso, você pode tentar melhorá-las das seguintes maneiras:

1. Escreva um diário: esta é uma boa maneira de acompanhar os seus sentimentos e pensamentos em relação às experiências do cotidiano. Esse processo pode ser muito esclarecedor como ferramenta de autoconhecimento.

2. Use a tática do feedback: sempre incentive amigos e familiares a fazerem comentários honestos sobre você, que ajuda a perceber como os outros o percebem. Isso é importante para identificar não somente as suas qualidades, mas também melhorar os seus pontos fracos.

3. Estabeleça uma missão de vida: vale escrever em um caderno ou mesmo no computador o seu propósito de vida. Isso ajudará a definir caminhos e saber onde se pretende chegar. ​​

4. Grave sua própria autobiografia: como você contaria a história de sua vida para si mesmo? Um componente essencial de nossas personalidades são nossas histórias de vida, portanto, mapear qual é a sua pode contribuir para fazer algumas mudanças positivas.

5. Anote suas tarefas mais importantes: os objetivos de vida podem ser atingidos mais facilmente quando são organizados. Por isso, uma sugestão é criar o hábito de escrever diariamente uma lista com compromissos para o dia seguinte. Isso permitirá que você comece o dia com um propósito e ciente do seu foco.

6. Nomeie sentimentos e emoções: expandir o vocabulário emocional permitirá que você se articule melhor. Uma vez capaz de identificar especificamente o que está sentindo, isso pode ajudar a reduzir o estresse e o ressentimento que podem estar se acumulando dentro de sua mente.

Conheça mais dicas para ir bem no vestibular.

Os comentários estão desativados.