Infância

Férias na pandemia: oito dicas para se divertir no verão

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

Brincar promove aprendizados e é uma oportunidade de expressão e comunicação

Depois de meses de pandemia, muitos pais já esgotaram sua coleção de atividades divertidas e as crianças estão ficando entediadas, para dizer o mínimo. Com a chegada das férias de verão, é preciso ter criatividade e disposição e renovar a lista de brincadeiras e jogos para entreter os filhos em casa. Entre as sugestões estão atividades ao ar livre, como fazer uma mini-horta ou brincadeiras dentro de casa, como construir brinquedos lúdicos com materiais recicláveis.

A importância da brincadeira

Brincar tornou-se uma ferramenta ainda mais importante de expressão e comunicação no momento atual, além de promover a união e aprendizado familiar. 

“Com o passar do tempo houve maior proximidade e reciprocidade entre pais e filhos. Todos foram se conhecendo mais profundamente, ensinando e aprendendo juntos”, observa a professora do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Santa Maria, Carolina Alves.

Outra boa sugestão são os jogos de tabuleiro que além de divertir, são ótimos para ter um tempo junto com os filhos e fortalecer valores. 

“Durante as partidas, há oportunidade de conversar sobre situações vivenciadas pelas crianças e pelos pais, fortalecer vínculos e mostrar que apesar de tudo que estamos vivendo, há coisas boas e gostosas para fazer e que marcarão a vida das crianças de forma positiva e significativa”, observa a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental do Colégio Marista Maringá, Claudia Hashimoto.

Não é segredo para ninguém que, nas férias, as crianças gostam de liberdade para criar e brincar à vontade. Por isso, especialmente nesse período, é importante que os pais dediquem um pouco do seu tempo para brincar junto e participar ativamente. Para obter o máximo benefício, as atividades devem ser selecionadas e personalizadas com base na idade e nos interesses das crianças. 

Veja oito atividades divertidas para as férias de verão:

1) Use a imaginação 

Mesmo sem qualquer recurso, é possível criar brincadeiras por meio da imaginação, como contar histórias, montar cabanas, criar teatros, responder perguntas apenas com palavras que comecem com seu próprio nome. Mímicas e imitações também rendem bons momentos de diversão.

Contação de histórias online: as crianças vão amar! 

2) Materiais reutilizáveis 

Muitas das brincadeiras favoritas das crianças envolvem o processo de criação e nessa hora vale utilizar diversos itens, como garrafas de plástico, que podem virar um telefone sem fio, caixas de papelão que podem ser transformadas em uma cabana ou uma máquina de escrever ou caixas de sapato que podem virar bonecos e bonecas. Os brinquedos não-estruturados , além de divertidos, são uma ótima maneira de exercitar a criatividade do seu filho, construindo algo com as próprias mãos.

3) Conte com a natureza

Com a distância de espaços da natureza, aprender sobre a preservação também pode render momentos de entretenimento em casa, além de serem importantes para o desenvolvimento das crianças e também para melhorar sua saúde física e mental. Plantar alguns temperos em vasinhos no apartamento ou fazer uma pequena horta no quintal podem ser bons passatempos e ainda trazem o aprendizado sobre o crescimento das plantas, desde a germinação até o momento de colher e ir para a mesa. 

– Veja como fazer uma mini-horta  https://maristalab.com.br/wp-content/uploads/2019/12/E-book_Mini_Horta.pdf

4) Convide outras pessoas para brincar à distância

Usar a tecnologia para encontros virtuais e propor brincadeiras, mesmo que por meio da tela em um tempo limitado, como encontrar o primeiro objeto que inicie com determinada letra do alfabeto, é uma atividade para todas as idades e ainda ajuda a diminuir as saudades de colegas ou familiares.

5) Se aproprie do mundo do faz de conta

Na infância, a imaginação e o faz de conta fazem parte do cotidiano e nada melhor do que o adulto demonstrar interesse por esse universo para entender as suas emoções e viver momentos divertidos e com significado. Invista em atividades para aproveitar o tempo em família.

6)  Competição de culinária 

As crianças adoram ajudar na cozinha, então que tal aproveitar essa atividade como uma brincadeira divertida? Escolha os ingredientes-chave, identifique os competidores e um juiz, acerte o relógio e pronto. Torne-o mais divertido introduzindo ingredientes malucos ou selecionando um tema legal. As opções são ilimitadas e se as refeições podem se transformar em uma refeição de verdade e então todos saem ganhando.

– Como montar um lanche da tarde saudável

7) Brinquedos educativos

Esse tipo de brinquedo ajuda a desenvolver habilidades e aprendizados. Um exemplo, que pode ser feito em casa é o pote das emoções. Com ele, a criança começa a praticar o reconhecimento dos seus sentimentos, o que pode ser especialmente útil nestes tempos de pandemia.

8) Ensine a relaxar

Além de aprender a reconhecer os seus sentimentos e emoções,  é importante que as crianças tenham um espaço de acolhimento que favoreça o estado de calma e a tranquilidade. Isso pode ser especialmente útil naquele momento em que o seu filho fica muito agitado ou com raiva. Ao invés de tentar abafar esses sentimentos, leve-o para um local tranquilo e acolhedor, que vai ajudá-lo a se acalmar.

Como fazer: canto da calma  

Os comentários estão desativados.