Palavra do Especialista

Hora de estudar: pausas criativas ajudam na produtividade

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

As pausas criativas são essenciais para revigorar o corpo e a mente e tornar o período de estudos mais proveitoso

Ao sentar-se por longas horas de estudo, é importante lembrar de fazer pausas regulares para evitar o cansaço. Mas como esses intervalos ajudam? Chamados também de pausas criativas, esses intervalos ajudam a revigorar o corpo e a mente para que, ao voltar a estudar, a capacidade de concentração e disposição estejam melhores. 

Para que o momento de estudo seja produtivo, é preciso que o cérebro esteja produzindo dopamina. Ver um filme, assistir uma série, meditar, ler um livro, tomar sol e exercícios físicos, por exemplo, são liberadores dessas substâncias que ajudam a trazer bem estar. 

“Essas pausas criativas expandem o repertório sociocultural e criam novas competências e habilidades”, lembra a professora responsável pelo projeto de Tutoria do Colégio Marista Brasília, Ana Bárbara da Silva Nascimento.

Quais são os benefícios?

Pode ser fácil chegar a exaustão enquanto estuda, passando horas imerso em livros e cadernos sem descanso. Fazer pausas regulares pode ajudar a prevenir a fadiga e manter o estudante concentrado, além de trazer benefícios como refrescar a mente e melhorar a criatividade. Vale lembrar também, que o nível de qualidade do estudo e atenção melhoram quando a mente está descansada. 

Confira algumas dicas sobre como aproveitar as pausas criativas da melhor forma:

Faça pausas

Um dos erros mais comuns que os alunos cometem ao fazer uma pausa nos estudos é deixar o intervalo ser longo demais. O ideal é fazer pausas de 15 a 20 minutos, mas não mais que isso, pois é mais provável que você perca a motivação para voltar. Os cronômetros podem ser uma ferramenta útil para controlar o tempo.

“É importante lembrar que descansar também é treino, pois nestes momentos estamos nos reenergizando para poder continuar os estudos com mais qualidade”, observa a professora.

Movimente-se

Ficar sentado à mesa por horas pode causar dores no corpo, cansaço e prejudicar os estudos. Praticar exercícios durante os intervalos é a maneira ideal de evitar que seu corpo fique cansado e dolorido. Alongar-se ou dar uma caminhada curta ajudará a fazer o sangue fluir e a trazer mais energia. Sair ao ar livre, se for possível e seguro, pode ajudar a melhorar seu bem-estar mental.

Tire uma soneca 

Os cochilos podem ser uma boa maneira de melhorar a produtividade. Para repor as energias e a atenção, basta descansar de 15 a 20 minutos. É uma forma excelente de reduzir o estresse e melhorar a função cognitiva. Mas fica o alerta para usar essa dica com moderação (e um alarme). Se o cochilo for longo demais, além de perder tempo, a sensação de sonolência e desorientação pode ter o efeito contrário.

Meditação

A meditação pode ser uma forma eficaz de relaxamento e permite que sua mente descanse e se recarregue. Existem muitos tipos diferentes, então faça pesquisas e testes para descobrir qual deles funciona melhor para você. A meditação é perfeita para reduzir o estresse, controlar a ansiedade e melhorar a saúde mental.

Os comentários estão desativados.