Palavra do Especialista

Saiba o que fazer para prevenir resfriados

Share on whatsapp Pinterest LinkedIn Tumblr

O outono e inverno marcam a queda da temperatura e temporada de doenças respiratórias 

No início deste ano, estudantes do país inteiro retomaram as aulas presenciais. A volta ocorreu após terem passado quase o ano letivo anterior inteiro em casa, isolados devido à pandemia de covid-19

Pisar na escola depois de tanto tempo é motivo de alegria para os alunos, já que muitos ficaram privados do convívio com colegas de suas idades.

Mas agora, em meio à temporada mais fria do ano, o convívio diário traz também a preocupação com relação aos resfriados e gripes. É preciso ficar de olho nos sintomas, com a queda de temperatura que vem com o outono e inverno.

Para manter a comunidade escolar segura, médicos alertam que as formas de prevenção, assim como as de transmissão, são semelhantes às do novo coronavírus. Viviane Hessel, infectologista do Hospital Marcelino Champagnat orienta: “é preciso usar máscaras, distanciamento, higiene das mãos, evitar aglomerações, preferir ambientes arejados com ventilação natural ou, então, preferir as aulas remotas quando for possível”, conclui a infectologista.

As medidas de prevenção não podem relaxar. Viviane explica que os resfriados são transmissíveis por via respiratória ou mãos contaminadas em contato com as mucosas. Porém, como estamos em pandemia, esses sinais poderão também significar covid-19 e terão que ser investigados para confirmar.

No dia a dia na escola, essas medidas precisam ser reforçadas. A enfermeira do Colégio Marista Santa Maria, Meira Marques, preparou uma lista para ajudar os pais na orientação das crianças.

Confira as dicas:

  • Proteger a boca e o nariz ao tossir e espirrar, utilizando preferencialmente lenços descartáveis. Quando não houver lenços disponíveis, recomenda-se utilizar a dobra do cotovelo;
  • Realizar sempre a higienização das mãos, principalmente após tossir ou espirrar e antes de se alimentar;
  • Não tocar nos olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam devidamente higienizadas;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e garrafinhas;
  • Usar agasalhos adequados ao clima, principalmente quando a temperatura estiver mais baixa;
  • Investir na alimentação saudável e na hidratação com líquidos (água e sucos naturais, por exemplo), que ajudam na manutenção da saúde;
  • Estimular a prática de atividade física.

Os comentários estão desativados.